Bate papo com Cel. Ângelo Rabelo – Especialista em Conservação da Natureza

Imagem1Ser produtor e apresentador do programa Caminhos de Sucesso é muito mais do que um trabalho.

É uma oportunidade ímpar para conhecer pessoas que dedicam sua vida para realizar seus sonhos, lutar pela sua sociedade, pela seu estado, pela natureza.

É uma oportunidade única de poder ver “in loco” o resultado destes trabalhos cheios de dedicação, com valores de vida que devem ser seguidos por todos.

Atitudes como as que o Coronel Ângelo Rabelo tomou durante toda a sua trajetória a serviço de sua instituição, e que segue tomando até hoje, devem ser divulgadas e utilizadas como exemplo em escolas, universidades, ONGs, e comentadas à exaustão em programas de televisão, rádio e campanhas de conservação da natureza.

Só assim conseguiremos plantar as sementes que, em anos, irão mudar a consciência de nossos jovens com respeito à IMPORTÂNCIA da preservação de nosso meio ambiente, da natureza, de nossos rios, nossas florestas, nosso país.

Tráfico de Peles e Animais Silvestres.

Eu comecei a entrevista perguntando sobre a importância do combate aos toureiros, como foi esse combate.

Cel. Rabelo:     Esse combate marcou minha vida, a história do pantanal nos anos 80, que foi provavelmente uma das épocas mais violentas do pantanal. Foi quando houveram invasões no pantanal por parte de caçadores de jacaré que aqui entraram não só para tirar o jacaré, mas a arara azul assim como várias espécies que passaram a ser ameaçadas.

Esse combate começou no início dos anos 80 e foi até o início de 1.990 quando, entre 87 e 90, tivemos mais de 1 milhão de peles de jacaré entrando no mercado ilegalmente e que era exportado para a Europa para atender a um consumo ligado à moda. Coube à PM lutar e cuidar para que essa situação não se agrasse mais ainda.

Batalhão da Polícia Florestal

Eu perguntei também como foi que surgiu o primeiro Batalhão da Polícia Florestal.

Cel. Rabelo:   Nesse cenário de combate, um pequeno grupo iniciou com operações especiais. Em 1.986 esse grupo se desloca para Corumbá que é quando nascer a então Companhia de Polícia Militar Florestal que passa a ter uma atuação permanente e esse grupo, com suas ações, permitiu que todos os acessos ao pantanal fossem cuidados para acabar definitivamente com a caça e o tráfico de peles e de animais silvestres. Hoje essa companhia é um batalhão que cuida incansavelmente da região.

Rio Taquari

Rio TaquariCel. Rabelo: Hoje, sem dúvida nenhuma, o principal problema que o pantanal tem, a principal ameaça, é a questão do rio Taquari. Ele sofreu o impacto advindo do planalto. O processo de desenvolvimento da agricultura assoreou o rio e fez com que em seu terço intermediário fazendo com que suas águas mantenham inundadas mais de um milhão e meio de hectares com mais de 100 propriedades que ficaram inviabilizadas economicamente, causando um dano enorme desde o ponto de vista ambiental, social e econômico.

Existe um esforço muito grande para que o governo federal, com o apoio dos parlamentares do estado do MS possam definitivamente desenhar um projeto de revitalização pois ele traz ameaça não só ao Rio Taquari mas também ao Rio Paraguai.

Rio Paraguai.

Eu perguntei como está a conservação do rio Paraguai e quais os riscos que existem que possam afetar o pantanal, caso esse rio não seja bem cuidado e conservado.

Pantanal MSCel. Rabelo:  O Rio Paraguai é a principal artéria do pantanal, é ele que recebe as chuvas e durante um processo natural ele provoca um processo fantástico da renovação da vida e da natureza.

Lamentavelmente nós temos hoje uma constatação triste que é a ocupação da cabeceira do rio que fica no estado do Mato Grosso, com uma agricultura intensiva na nascente, particularmente a soja, que esta eliminando todas as matas siliares e também as matas nascentes. 

Hoje esse rio que tem cerca de 2.500 km  sai de Corumbá para Assunção e vai desembocar no oceano está correndo um risco. Nós estamos fazendo um esfôrço alinhando todas as forças de ONGs, políticos, ministério do meio ambiente, para chamar a atenção pois é necessário que, independente da divisão dos dois estados, que algo seja feito para proteger as nascentes do Rio Paraguai.

Conscientização de jovens e empresários

Cel. Rabelo:  Esse é um dos maiores desafio pois tudo que diz respeito à mudança de comportamento demanda um certo tempo. O que vemos aqui mostra que a cidade de Corumbá, como outras cidades, depende do rio Paraguai. As pessoas, de um modo geral, usam mal a água tratada, sem ter uma preocupação ou de ter uma ideia de para onde esta água está indo.

Existem inúmeras campanhas que estão sendo feitas para que as pessoas de um modo geral voltem a ter uma noção sobre o desafio de você ajudar a proteger o rio e de ter um controle sobre tudo o que acontece com ele. Veja, se nós perdermos esse Rio Paraguai nós teremos um grande problema de abastecimento de água e assim por diante.

O Instituto do Homem Pantaneiro.

Eu perguntei o que vem a ser o Instituto e se existem novidades a respeito?

Clique na imagem para conhecer mais sobre o Instituto.

Clique na imagem para conhecer mais sobre o Instituto.

Cel. Rabelo:    O Instituto nasce com mais alguns amigos.

Nós criamos essa ONG a aproximadamente 10 anos com muita vontade de continuar trabalhando com a conservação da natureza.

Estamos agora passando por um momento muito importante pois fechamos uma grande parceria em São Paulo assim como uma empresa americana que estão nos ajudando a trazer todo um suporte em tecnologia de imagens para que nós possamos monitorar todas as ameaças que colocam em risco todos esses biomas que muita gente não conhece e que através do seu programa Caminhos de Sucesso nós podemos mostrar.

Mensagem sobre a importância da preservação da natureza:

Eu comentei com o Cel. Rabelo que o programa Caminhos de Sucesso tem uma grande audiência de seguidores, e pedi a ele que deixasse uma mensagem para todos falando sobre a preservação da natureza e sua importância para o nosso desenvolvimento.

Cel. Rabelo: A todos os seguidos do seu programa eu gostaria de convidá-los a vir para o pantanal para conhecer uma relação entre o homem e a natureza, que permitiu com que a natureza ainda estivesse conservada, mostrando que é possível essa convivência entre homem e natureza, mostrando a importância da preservação da natureza e desses biomas, que são a maior riqueza desse país.

Acompanhe a entrevista completa clicando na foto abaixo.

Coronel Ângelo Rabelo e J.Purcino às margens do Rio Paraguai.

Coronel Ângelo Rabelo e J.Purcino às margens do Rio Paraguai.

Você poderá acompanhar a entrevista completa de nossa visita a Corumbá, acessando o nosso site www.caminhosdesucesso.com.br

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: