Emoção! ..Sentimento! .. Criatividade! .. A trajetória de Louzier Lessa

Louzier Lessa

Louzier Lessa

Esta entrevista foi realizada nos estúdios da TV Geração Z, no dia 29 de Março, uma Sexta-Feira Santa, um dia de muita Fé, muita emoção, um momento de conviver com as pessoas, um momento de presentear os amigos, familiares e entes queridos no final de semana. Momento de presentear aqueles que não são muito chegados também. Momento de criar elos de amizade.

Quando a gente fala de presente, ternura, doçura, eu não poderia deixar de trazer no dia de hoje uma pessoa que dedicou (e dedica) a sua vida inteira a transformar os sonhos das pessoas em um momento agradável, gostoso, inesquecível, que transformam os momentos mais importantes de suas vidas em pura emoção. Eu estou falando de Louzier Lessa.

A Louzier nasceu na cidade de Cordeiro, na região serrana do Rio de Janeiro e não precisou abandonar as suas raízes para tornar-se bem sucedida profissionalmente. Funcionária pública dos Correios foi com a ajuda da mãe que Louzier fez os primeiros doces, sempre buscando fugir do tradicional.

 

Blog do Purcino:               Louzier, por que você se dedicou a trabalhar com os doces, transformando o dom que Deus lhe deu em uma capacidade de transformar os sonhos das pessoas em realidade, nos momentos mais importantes da vida de cada uma delas?

Louzier:                                As coisas começaram por necessidade. Eu e minha mãe precisávamos melhorar a renda da família. A ideia veio da minha mãe. E o interessante é que nós nunca havíamos feito nada relacionado a doces. Não tínhamos habilidade nenhuma para fazer doces mas eu aceitei o desafio, e nós então começamos, em Cordeiro, de uma forma muito simples, muito primária.

Como tudo partiu da necessidade e nós começamos e enfrentamos juntas o desafio, isso fez com que eu fosse me descobrindo e tomando gosto pela profissão.

 

LogoBlog do Purcino:               Você falou da sua mãe que se chama Helena e seu nome é Louzier. Fala um pouco da origem do nome e da origem do nome Louzieh Doces Finos.

Louzier:                                Quando nós começamos todo mundo falava dos Doces de Cordeiro. Com o passar do tempo nós percebemos a necessidade de criar uma marca. A empresa tem 24 anos e a marca foi criada a 15 anos atrás. Começamos a trabalhar com a marca quando iniciamos o atendimento de forma mais presente no estado do Rio de Janeiro.

Comentários do Purcino:           Nós ficamos com a lição então que não se cria uma marca do dia para a noite. E muitas vezes a marca é resultado de um trabalho de longo tempo. Passa pela concretização da ideia, consolidação da qualidade dos produtos, do serviço, do atendimento, até chegar na fixação da marca na mente dos consumidores. E hoje vemos vocês presentes no Brasil inteiro.

Louzier:                                Hoje, graças a Deus, em cada final de semana, pelo menos em dois estados, fora São Paulo e Rio de Janeiro, nós temos alguma festa onde são degustados os doces da Louzieh Doces Finos.

Explicando então o nome Louzieh, nós temos o H no final, que vem do nome Helena, minha mãe. O L no inicio vem do meu nome Louzier e o Z, na marca, tem a grafia que nos remete ao número 2, que significa a união da mãe e filha na consolidação de um sonho, de uma empresa.

A minha mãe tem um papel fundamental até hoje para a Louzier Doces. No início ela foi pioneira junto comigo. Hoje ela me ajuda a comandar uma equipe na produção de 68 pessoas.

Ela não atua mais como antigamente, fazendo o serviço primário. A presença dela dentro da equipe, os olhos dela dentro da equipe, a empatia dela com a equipe é muito importante.

 

Louzier 4Blog do Purcino:               Ao estudar para preparar esse programa de hoje eu assisti a um vídeo feito por vocês, que está na internet, e que mostra que o trabalho é completamente artesanal.

 

Louzier:                                Realmente o trabalho é totalmente artesanal. O vídeo foi preparado pelo governo do Rio de Janeiro, pois eles viram que o trabalho é de fato artesanal.

Comentários do Purcino:           Vejam no vídeo que realmente, tudo que é feito pela Louzieh Doces é fruto de um trabalho artesanal, onde o cuidado com os detalhes é o ponto forte, além do cuidado com a qualidade de toda matéria prima utilizada na produção.  Muitos produtos parecem ser peças de artesanato de verdade. As pessoas até desconfiam se podem ou não comer.

Para assistir o vídeo clique no link  http://youtu.be/k86Xy_oM3tw

Louzier:                                Diariamente, nos nossos ateliês, onde recebemos as noivas, os clientes de uma forma geral, quando chegam para ver os doces eles perguntam, invariavelmente, “Mas isso é para comer? “.

É muito bacana, é muito gostoso já causar esse impacto visual. Passado o momento do impacto visual, vem o impacto do paladar. Depois de experimentar os doces vem a sensação do prazer, da alegria. O importante então é o encantamento com a beleza dos produtos, dos arranjos, e depois com o sabor. E isso é muito gratificante para mim e para a minha equipe.

 

Parte da equipe de produção da Louzieh Doces Finos

Blog do Purcino:               Quantas pessoas trabalham com você e sua mãe na Louzieh Doces?

Louzier:                                Hoje eu tenho, dentro da produção, 68 pessoas que trabalham com amor. Muito amor e dedicação.

E eu preciso agradecer, a cada um dos meus colaboradores, pelo seu trabalho e empenho, para que a gente esteja onde a gente está hoje.

 

Blog do Purcino:               Como o trabalho é artesanal você busca uma forma de apresentação que nos de a capacidade de identificar o que estamos comendo. Como você faz essa pesquisa e como traduz isso na harmonia entre a beleza dos doces e o paladar correto?

Louzier:                                Na realidade tudo é feito com inspiração. Gosto de estar sempre inovando, sempre procurando produtos novos, gosto de inovar e surpreender o cliente sempre. E gosto de produzir aquilo que eu gosto de comer.

Fabricamos produtos com menos açúcar pois todo mundo hoje em dia se preocupa com a quantidade de açúcar nos doces.

Unimos a beleza ao paladar, inclusive na nossa linha exclusiva de doces brasileiros, que é o maior sucesso de nossas vendas.

Um exemplo: O nosso doce de goiaba. Você olha o doce e diz que é uma flor de goiaba! É impressionante o impacto que isso causa em nossos clientes. Ao degustar, tem-se a sensação de estar comendo goiabada com queijo igualzinho ao docinho da vovó! (risos)

Louzier Lessa e J.Purcino - Programa Caminhos de Sucesso

Louzier Lessa e J.Purcino – Programa Caminhos de Sucesso

Blog do Purcino:               Quem cria os designs?

Louzier:                                Eu mesma. Não fiz nenhum curso. É pura inspiração no momento da criação do produto. Muitas pessoas perguntam se eu estudei na França, pois ligam o meu nome a uma descendência francesa. Nada disso.

Mamãe em 1964 ouvia programa no rádio e chamou a atenção dela um nome de uma santa francesa, Louzier, e ela me deu este nome.

Comentários do Purcino:           Sua mãe só não sabia que junto com o nome dedicado à santa vinha também esse dom de transformar esses sonhos de momentos marcantes em realidade.

Outro detalhe, eu fui conhecer o seu local de São Paulo e percebi que não é uma loja comum. É um ateliê. O cliente entra e já na primeira sala tem a sensação de estar participando de uma exposição. 

Louzier:                    Nós trabalhos com 80% de casamentos. Nós criamos uma atmosfera contagiante. O cliente chega no ateliê e tem uma pequena demonstração de como poderá vir a ser o visual da mesa de doces da sua festa. Nesse momento o noivo e a noiva já começam a sonhar com a mesa.

Meu pensamento é que, como estamos falando de alegria, de momento agradável, momento único, você tem que estar escolhendo os doces em um lugar aconchegante, que retrate isso tudo. Equilíbrio, harmonia, prazer. Tudo isso é importante para você degustar um doce e concretizar o que a gente realmente quer repassar para o cliente e o que o cliente quer passar para seus convidados.

 

Louzier 7Blog do Purcino:               Esse seu sonho que começou a vinte e quatros anos atrás e que hoje é realidade emprega mais de 80 pessoas. Você tem ideia que ao calcularmos os trabalhadores diretos e indiretos, com uma média de 4 pessoas por família, quanta gente depende hoje desse seu sonho que se tornou realidade? Como é esse sentimento para você?

Louzier:                    Esse sentimento é o que impulsiona e move a Louzieh doces. Quando eu falo de minha equipe eu falo de emoção pura. A dez anos atrás eu estava na Av. Paulista em um evento e pensei.. – “Nossa, a Louzieh saindo de Cordeiro e está aqui, na Av. Paulista.”  – É como se eu tivesse alcançado o topo do mundo.

Hoje, os doces já estão sendo enviados para fora do país.

E o meu maior desafio é com a manutenção e o cuidado com o sentir-se bem desta equipe toda. Não só a produção e a comercial, mas também a equipe administrativa.

Eu agradeço a todos eles. Quando chego dentro da empresa e vejo cada rosto, cada ser humano, que precisa do emprego e realiza seu trabalho com amor, eu só tenho a agradecer pelo empenho e comprometimento de cada um deles.

 

Louzier 8Blog do Purcino:               Quando a gente fala de doces, a gente fala de pura alegria, felicidade, vida… e para falar de vida… não poderia faltar um biólogo no programa. E que é o gerente comercial da Louzieh Doces. Lucas, como um biólogo foi parar em uma empresa como a Louzieh e, o mais estranho, na área comercial?

Lucas Barros:                    Desde pequeno eu vivia na casa da Louzieh. Eu tinha nove anos e ia na casa dela para aguardar a raspinha da panela e poder comer os doces. Eu lembro que a tia Helena preparava os doces, colocava um pouco de água para dar o ponto, misturava, e me chamava para experimentar e ver se estava bom.

Sempre ajudei também a enrolar os doces, passar no açúcar, guardar. Isso até 1999, quando fui para o Rio estudar. Só que de final de semana voltava à Cordeiro e ficava na casa da Louzier e continuava provando os doces.

Ao terminar a faculdade eu fui convidado pela Louzier para começar a trabalhar com ela na parte comercial. E foi aí que começou a minha carreira profissional de fato na empresa. De provador para estoquista e hoje gerente comercial.

Louzier 12

Blog do Purcino:               Quantos produtos vocês tem na sua linha de produção. Como estão segmentados?

Lucas Barros:                    Temos mais de 100 variedades de doces. Uma linha tradicional com roupagem nova. Os doces brasileiros, os Vips, os da linha infantil, batizados, aniversários, etc.

 

Blog do Purcino:               Quanto tempo dura os doces? Qual é o prazo de validade?

Lucas Barros:                    Duram até 10 dias. Nós recomendamos o consumo em até 7 dias, pois nossos doces não levam nenhum tipo de conservante.

 

Blog do Purcino:               Vocês tem representantes e pontos de venda onde?

Lucas Barros:                    Em Copacabana, no Rio de Janeiro. Em Moema, São Paulo, em Belo Horizonte e Brasília e atendemos via site e atendimento telefônico, o Brasil inteiro.

 

Blog do Purcino:               Como são feitos os doces personalizados?

Louzier:                    Fazemos os doces com a foto do aniversariante, com as iniciais do nome do aniversariante, com as cores desejadas para a festa. Depende de como o cliente quer que sejam feitos os doces.

Vejam as fotos de alguns exemplos de apresentação dos doces da Louzieh Doces Finos. Para conhecer os detalhes de cada um dos doces, visitem o site www.louziehdoces.com.br

Finalizando, eu quero colocar aqui uma frase da Louzier Lessa, que acredito resume tudo sobre o que falamos até agora.

Louzier 9

 

“Espero poder o usar o dom que Deus me deu para tornar, de alguma forma, a vida mais doce de quem está à minha volta”

Louzier, parabéns. Os seus doces unem a IMAGINAÇÃO, a COMBINAÇÃO DE CORES e a HARMONIA de SABORES. Tudo isso feito por uma equipe de colaboradores que trabalham com o coração e com alegria pelo que fazem.

Publicado em 30 Março. Transcrição interpretativa da entrevista de Louzier Lessa ao programa Caminhos de Sucesso, de J.Purcino

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: