Tirar férias exige planejamento sério.

Quando eu trabalhava no exterior, em países distantes como Alemanha, Malásia, Austrália, a chegada das tão esperadas férias era um evento, e não um momento, onde um turbilhão de coisas precisavam ser organizadas.

Entre elas, onde ir, ficar na casa de quem, compartir os momentos no Brasil com quem, como, por quanto tempo. Reserva de passagens não somente para mim mas para todos que estavam comigo além mares.

Um erro capital (e isso aconteceu no mínimo duas vezes), foi dedicar-me com afinco neste planejamento pessoal que eu acabava esquecendo do planejamento do trabalho pré, durante e pós férias.

 

Era comum chegar no Brasil com tantos planos para viajar, visitar amigos e parentes, conversar com todos em português, comer um bom churrasco, visitar os restaurantes que íamos sempre e que apesar de tanto tempo sem visitar, eramos reconhecidos e bem atendidos, sempre.

Os planos começavam a fazer água quando chegava o primeiro e-mail de um diretor ou colaborador da empresa perguntando; Como faço isso?   Como faço aquilo?  Onde está o arquivo tal?  Com quem falo para decidir tal coisa?

Ou seja, eu passava os primeiros (e as vezes todos) dias de minhas tão sonhadas férias, lendo e-mails, resolvendo pendências, dando dicas e orientações a todos na empresa sobre o que fazer, e como, na minha ausência.

De que ausência falo eu?  Eu estava trabalhando, mesmo em férias. E o pior. Trabalho não remunerado (hehe)!

Decidi então fazer algo que vejo, ainda hoje, muitos diretores, executivos, gerente, líderes, não fazem quando vão sair de férias. Passei a confiar mais nos meus colaboradores, transferindo responsabilidades para eles muito antes de partir de férias, orientando, capacitando-os melhor a tomar decisões.

Comuniquei com antecedência aos clientes para que eles soubessem que em determinado período eu não estaria na empresa e os contatos deveriam ser feitos diretamente com meu assistente ou secretária. Ai sim foi possível  eu curtir minhas férias na íntegra, poisa aliado a tudo que fiz antes, eu me preparei psicologicamente para não abrir e-mails da empresa, não responder a e-mails profissionais enviados ao meu e-mail pessoal, e a deixar uma mensagem no celular dizendo quando eu voltaria ao trabalho.

No Brasil, passei a usar um número local, sendo que só minha secretária sabia qual era esse número.

 

PREPARE O SEU PESSOAL PARA VOCÊ TIRAR FÉRIAS.

Pensando no bem estar de seu negócio no seu período de ausência, os seus colaboradores devem estar preparados para tomar decisões corretas. Isso requer que eles disponham da informação necessária para fazer o trabalho deles – e talvez parte do seu. Passei a reunir-me semanalmente com meus colaboradores e, uma semana antes das férias comecei a transmitir ao profissional escolhido para substituir-me no período, as responsabilidades do departamento, além de comunicar a todos na empresa que ele deveria ser o responsável pelo  meu departamento no período.

Eu incluía inclusive um treinamento aos colaboradores sobre como lidar com telefonemas e e-mails dos clientes.

 

CONTATO COM OS CLIENTES

Uma das ações mais maçantes era a de comunicar os clientes. Para evitar aborrecimentos, crie um plano metódico de comunicação online. Crie um texto agradável, envie um mês antes, depois duas semanas antes e por fim, um dia antes de sua saída de férias.

Comunique no e-mail quem fica responsável por que tipo de assunto durante sua ausência.

 

TIRAR FÉRIAS CONSIDERANDO A SAZONALIDADE DE SEU NEGÓCIO.

Sendo o seu negócio sazonal, procure identificar as semanas de menor volume de negócios e tire férias nessa época, caso isso seja possível, acomodando suas prioridades com as da família. Muitas vezes não percebemos, mas isso é possível e salutar.

Porém, isso significa não tirar férias em Janeiro ou Julho por exemplo. Daí, o planejamento passa a ser necessário de ser feito com seu pessoal em casa também.

 

FAÇA UM CRONOGRAMA DURANTE AS FÉRIAS

Quando não for possível desligar-se totalmente dos negócios, faça  um cronograma. Escolha um dia da semana para ler os e-mails, conferir os telefonemas, falar com sua secretária, e despachar somente o que for prioridade.

Alguns revisam seus e-mails pela manhã e tarde, todos os dias (não recomendável). Outros, logo cedo enquanto todos estão dormindo (aceitável) e outros um dia por semana (recomendável).

Outros, simplesmente revisão a cada 10 dias (ideal), caso suas férias sejam de 30 dias corridos (o que raramente acontece).

SE SUA EQUIPE ESTÁ PREPARADA VOCÊ PODERÁ PREVENIR PROBLEMAS, NÃO IRÁ SE ESGOTAR EMOCIONALMENTE, E PODERÁ CURTIR SUAS FÉRIAS COM TRANQUILIDADE.

Amigos.. planejamento é a alma de tudo em que nos propomos a realizar !

Até quando decidimos descansar.

Abraços

José Antonio Purcino

 

2 Respostas to “Tirar férias exige planejamento sério.”

  1. Sandro Cano Says:

    De fato, verdadeiro e necessário para todos viverem um pouco mais em harmonia, afinal o que vale é o caminho, o destino é a consequência! Excelente maneira de expor Planejamento de férias, muito bom!!!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: