Já respiramos Natal !

É, já chegou o Natal!

Já respiramos o Natal. A cada ano tudo acontece mais cedo, mas todo ano, os preparativos, as idéias, as conversas, sempre acabam na famosa pergunta:

– E então. O que vamos fazer no Natal?

ou

– E então, o que vocês vão fazer no Natal?

Muitos já se preocuparam em alugar casas, apartamentos, hotéis na praia, no campo, no norte, no sul, centro oeste, no exterior, ou seja, tudo programadinho como sempre, com antecedência.

Os presentes então… ontem eu já vi gente se preparando para comprar os presentes de final de ano para as crianças, aproveitando as ofertas de estoque do dia das crianças… bom desconto né!

Outros, já estipulando os valores dos presentes de amigo secreto, amigo oculto, ou como se chama na terra de cada um de nós.

Dentro de uns dias já começam a aparecer os famosos Papais Noel nas propagandas de TV, internet, Facebook, Youtube, etc. Bom, eu já postei minha nova foto no meu perfil do Facebook.  Ficou legal. Também, foi tirada em um evento em uma ONG, onde as crianças curtiram este senhor de barba e cabelo branco, de verdade, e que foi levar os presentes (doados por famílias que apoiam a ONG) e as mamães e os papais das crianças curtiram tanto quanto as criancinhas.

O prazer de realizar eventos deste tipo, de poder ter este contato com as crianças, com os adolescentes, com os adultos, é indescritível. E olha, não só as crianças, mas todos, sem exceção, querem levar em seu celular, uma foto com o Papai Noel.

Eu me lembro de um causo que aconteceu recentemente com uma sobrinha minha, e eu nem tinha ideia que isto estava acontecendo.

Diz minha irmã que todo final de ano minha sobrinha contava os dias de Dezembro para a chegado do Titio Zé Noel… o verdadeiro Papai Noel. E esse que ela esperava, era eu.

O que acontece é que eu vivia no exterior (foram lindos 17 anos). E nos últimos 5 anos eu sempre visitava meu filho no Brasil na época do Natal. Claro está, eu ia visitar minhas irmãs também. E coincidentemente, a visita na casa da minha sobrinha era sempre a última, e sempre um dia antes do Natal. Nada combinado, mas era assim. Sempre.

Outra coincidência, eu sempre ia de camiseta vermelha. Nada preparado, mas acontecia. E é claro, eu sempre levava uma lembrancinha. E a barba e o cabelo já eram compridos e brancos. Logo, não precisa ser inteligente para pensar o que passava na cabecinha dela.

Em sua imaginação pura, era o Papai Noel que ia primeiro, todo ano, na casa dela. E ele era o tio Zé. E contava à todos os seus amigos e amigas na escola. E dizia que ela sim era uma pessoa de sorte, pois tinha o Papai Noel na sua família. E é assim que ela me vê até hoje.

É uma honra, ainda mais por ser parte de um sonho tão puro, tão bonito, e saber que vou ser lembrado por ela por toda uma vida.

Logo… VIVA PAPAI NOEL… seu dia está chegando.

Oh Oh Oh… bom inicio de planejamento de Natal a todos…

Já mandei a roupa do Papai Noel pro tintureiro… sempre tem alguém precisando do bom velhinho pra uma reunião, uma festinha de fim de ano, ou até, uma sobrinha linda me esperando.

Beijos a todos do bom velhinho.

 

Papai Purcci Noel.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: