Você recebe o que recebe, por fazer o que faz.

Li essa frase no livro Vencendo a própria crise, escrito pelo Sr. Carlos W. Martins. Compreendi, como muitos compreenderam o sentido e o significado desta frase no seu livro. Muito bem colocada para o momento e para o pensamento quando foi escrito.

Hoje, lendo as noticias de esportes, que chamam muito a minha atenção pois me permitem escrever sobre planejamento, atitudes, lideranças, equipes normais comparadas com equipes de alta performance, fazendo as comparações com empresas de pequeno, médio e grande porte.

Final de campeonatos regionais em todo o país. Todas as equipes que irão disputar as séries A e B do campeonato brasileiro saem às compras. Vão buscar nas equipes regionais e no exterior elementos chave para completar os seus elencos. Todos trabalhando na formação de EAPs (Equipes de Alta Performance).

Muitos trabalham em público, para os holofotes, para as manchetes dos jornais, falando muito, falando demais, prometendo de tudo, e tornando público o seu planejamento estratégico. Olha só o risco. Planejamento estratégico, que define suas metas a médio e longo prazo, além de ajustar a sua visão e missão para o período planejado, não devem ser expostos de forma tão amadora a todo o público. As ações (ou contratações de profissionais) devem ser feitas de forma sigilosa, pois fazem parte do planejamento tático dos líderes da empresa.

Por que eu estou escrevendo isso?  Vejamos alguns exemplos que estão em todos os jornais.

1- O São Paulo divulga que vai demitir o seu técnico e procurar outro, citando nomes de profissionais que estão empregados, sem pensar ou refletir que existem multas contratuais altas a serem pagas. Após pensar e refletir sem a emoção e a comoção de uma desclassificação, voltam atrás e ficam com o técnico, provocam uma reunião entre técnico e jogador que estava revoltado, e fazem o que deveriam ter feito desde um principio. DIALOGAR! Eliminar as diferenças, como todo bom líder deve fazer sempre.

Resultado: Mais uma vez um bando de vândalos ataca jogadores, técnicos, carros, destruindo bens particulares, sem serem molestados por ninguém. Onde estamos? Em um país que se julga preparado para promover o maior evento do futebol profissional do mundo. Será?  Não creio que estejamos preparados a nivel de educação, liderança e organização para algo tão importante.

2- O Palmeiras divulgou que errou ao contratar Valdívia devido as suas constantes contusões, seus problemas pessoais que se tornam públicos, seu destempêro com os torcedores rivais, maltratando e chingando a todos, esquecendo-se que vive em outro país e que por mal comportamento, se estivessemos em um país sério, já teria sido convidado a sair do Brasil. O presidente do clube declara que foi um êrro contratar o jogador.

Resultado: Desmentidos, declarações corretivas, antipatias que provocarão problemas em campo, torcedores discutindo seus problemas particulares na internet, sem falar da desvalorização do produto VALDIVIA.

3- O Corinthians divulga seu interesse em Alex (contratou), Seedorf, Gilberto, Ganso, Edenilson, Cristian, Alex (Roma), entre outros. Divulga para dar uma satisfação ao seu torcedor pois perdeu tudo o que disputou no seu ano do centenário. Fala de peças chaves para a montagem de uma equipe de ponta, já que esqueceu-se de trabalhar suas categorias de base. Isso faz com que uma equipe de grande apelo popular, grande, de pura emoção, seja obrigada a gastar tres vezes mais (ou mais que isso), para satisfazer a sua equipe. Agora, divulga os nomes antes de acertar com eles por que? Dar mais importância à resposta ao público do que ao planejamento estratégico em si.

Resultado: Seedorf (tem a concorrência de Flamengo e Botafogo, que inclusive já enviou um diretor para falar diretamente com o profissional.) O Corinthians enviou um contrato com proposta, e só. Papel não fala, só indica uma vontade. Papel não explica a importância de uma entidade como a do Corinthians, pois não responde às dúvidas e perguntas que possam existir.   Ontem sairam em todos os jornais que Gilberto estava contratado, viagem marcada, etc, etc. Hoje sai na imprensa que o Internacional está levando o jogador. Um diretor foi para o Nordeste, conversou, definiu e praticamente contratou. E o Corinthians? Está aqui, tranquilo, confiando só no nome do clube.  Ganso: Muito se tem falado a respeito de seu acerto com o Corinthians. Muito se tem negado, muito se tem confirmado. O que deve ser feito em um caso como esse? Para com as fofocas, tratem diretamente com quem de direito, sem ter nenhum participante que queira ter mais holofote que os principais atores, sem divulgar nada para a imprensa. Esse desgaste mata todo um projeto.

Bom, já foram erros demais, melhor parar aqui.

4- Santos, o melhor administrado de todos:  Entendeu a importância de preparar os seus profissionais em suas categorias de base. Formou uma verdadeira escola de profissionais. Tem um planejamento estratégico e tático que já vem de anos, desde a época do descobrimento de Robinho, Diego, André, Neymar, Ganso, Alan Patrick, entre outros. E isso vem de outras diretorias. Não é um sucesso da diretoria atual. O seu acerto foi não mudar o que está dando certo, e sim continuar consolidando o trabalho e o projeto com ações de marketing, vendas e falando o certo, na hora certa. PARABÉNS.

Portanto, voltando ao inicio do texto:  VOCÊ RECEBE O QUE RECEBE, POR FAZER O QUE FAZ… e neste caso, quem faz certo é o Santos… e olha que nem falamos de Flamengo, Fluminense, Botafogo, Vasco, ou seja, só falamos de São Paulo, o que nos dá uma visão exata do que é o nosso esporte das multidões. Uma verdadeira gestão amadora.

Purcino

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: