As confusões de um líder sem garra.

Quantas e quantas vezes eu já comentei que o líder é o espelho de sua equipe e vice-versa.

Todas as equipes são montadas pensando em:

  • Plano estratégico anual
  • Plano semestral (quando elaboramos e damos nomes aos que formarão a equipe)
  • Plano de ação (quando damos metas e objetivos claros sobre resultados passo-a-´passo)

A equipe é formada com antecedênca, pensando nos fatores principais:

  • Qual é o meu mercado?
  • Quem são meus concorrentes?
  • Quão fortes eles são?
  • Como atuam, quem são seus principais player?
  • Quanto tempo vai levar a disputa para chegar a ser líder?
  • Quais são os parâmetros de comparação?

.. e muito mais.

Pois bem, isso serve não somente para as micro, médias e grandes empresas, na formação de suas equipes de trabalho, mas também no futebol, na formação de suas equipes. O presidente do clube tem que pensar na importância da temporada.

  • Quais campeonatos vai disputar?
  • Quem são seus concorrentes por campeonato?
  • Qual o perfil das equipes de seus concorrentes?
  • O que eles estão fazendo para reforçar suas equipes?
  • Quem foi o último vencedor em cada campeonato e qual foi sua performance?
  • Qual foi a performance dos últimos três vencedores, em % de vitórias, empates e derrotas?
  • O que ele tem em mãos como equipe?
  • O seu técnico tem perfil para comandar a equipe nas competicões?
  • É um técnico só de palavras, de ação, aglutinador, paizão, chefe, estudioso?
  • Gosta de trabalhar com revelações, com celebridades, com team-work, com tática, ou vai pra falacéia?
  • Pensa que falar bonito e dificil ganha jogo, assusta adversário, ou é uma forma de esconder-se de sua incompetência?
  • Deixa problemas pessoais interferir no seu trabalho, ou não?
  • Não percebe a quantidade de revelações surgindo e se desfaz das principais promessas de sua equipe por temor de lançar um jovem promissor ao mercado?
  • Não percebe a importância do seu patrocinador ou não percebe a importância de uma torcida?
  • Ou será que o líder simplesmente esqueceu-se de ler sobre a história do clube que vai dirigir?

Vamos aos exemplos:  de quem estamos falando acima? Muricy, Parreira, Felipe Scolari, Luxemburgo, Carpegiani, Antonio Lopes, Roth, Dorival, Tite, Renato, ou do novato Falcão?

Um líder sem garra para mim é aquele que não encarna o poder de sua equipe como entidade. E se analisarmos os nomes acima, poderemos encontrar dois ou tres que se encaixam nesta figura, mas de todos, o que menos se encaixa na filosofia de seu próprio clube é o Tite.

  • Tenta falar dificil que já virou chacota na imprensa esportiva
  • Tem o seu próprio vocabulário, dificil para que um torcedor normal o entenda.
  • Não é unanimidade no clube, nas organizadas, e entre os torcedores normais.
  • Não é unanimidade  entre os jogadores
  • Criou problemas com as estrelas da equipe
  • Manfou pra reserva o artilheiro do time em 2010
  • Conseguiu com que ele fosse vendido
  • Agora o coloca como titular, como se nada houvesse acontecido
  • Onde anda o lateral esquerdo Dodo, que poderia estar jogando nesta equipe?
  • Onde está o atacante que subiu do time da copinha, rápido, driblador, joga pra frente?
  • Por que deixar um jogador saber que vai jogar em um dia, dar entrevistas, criar expectativas, e depois colocá-lo só 1 minuto para jogar (ai está uma falta de respeito fantástica).
  • Esse é o líder para o que resta de objetivo no ano?

Vamos ao Muricy.  Abdicou de um sonho, deixou a seleção por um objetivo e um compromisso. Fez sua parte, venceu, convenceu, mas o clube não fez a sua. Conclusão, saiu, corretamente, por falta de compromisso do clube com ele. Hoje, tem a melhor equipe do futebel brasileiro nas mãos.

União de um líder de ponta, sério, que sabe o que faz, e tem personalidade. É vencedor, estrategista, sabe lidar com diretores, sabe lidar com jogadores estrelas ou não, sabe escolher o perfil de seus jogadores, e sabe, mais do que ninguém, como adaptar seu esquema em função do que tem em mãos. E uma perguntinha, por que uma equipe com a do Santos precisa de um líder como ele? Porque é uma fábrica de valores individuais. Única equipe brasileira que sabe lançar novos talentos, valorizar os mesmos e depois colocar-los no mercado. E só faltava uma peça para que o projeto fosse mais que vencedor. O líder que colocará ordem na cabeça dos novos talentos. O líder que lhes dará MATURIDADE.

Um líder que não faz confusão. Um líder que tem garra, e mais do que isso, É UM VENCEDOR.

E quem diz que não dá para tirar exemplos do futebol para o que temos nas empresas?

Pare para pensar um pouco. Reflita.

Purcino

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: