Equipes de Alta Performance II

Impossível falar de equipes de alta performance sem pensarmos no maior lider, pelo menos o mais famoso, o exemplo personificado do líder de sucesso, o técnico Bernardinho, da seleção de Voley do Brasil.

Quem não tem na mente pelo menos uma das caretas do Bernardinho na beira da quadra, com os olhos fixos em cada jogada de seu time, em cada movimento de seus atletas, em cada segundo da partida.

Quem não tem na mente pelo menos uma das reações do Bernardinho ao perceber cada movimento dos atletas adversários, em cada ação do técnico adversário, em cada substituição técnica e tática do adversário.

Quem não tem na mente as palavras ditas durante os jogos, durante os tempos pedidos para reorganização da equipe, para ajuste do cenário da partida, para ajuste do posicionamento de seus atletas em quadra.

Quem não tem na mente as palavras de apoio, de ânimo, de incentivo, de motivação, para os seus atletas e seus colegas de comissão técnica. Quem não se lembra dos olhares de sofrimento a cada movimento ou ponto ganho, em cada palavra dita pelos seus comandados, em cada olhar recebido de seus jogadores.

Olhares pedindo apoio, pedindo ajuda, e outras vezes pedindo para tomar decisão dentro de quadra, sem esperar a sua autorização.

Vamos transportar tudo isso para uma equipe em nossa empresa. O líder convicto de que sua equipe é vencedora, de que sua equipe consegue atuar sem constrangimentos devido a derrotas que apareçam no caminho. O líder convictoque escolheu corretamente cada elemento de sua equipe, especialista em sua função, e que sabe muito bem como realizar suas ações em função do objetivo maior da equipe, que é a vitória de um jogo, ou a vitória de um campeonato.

E quais são os jogos de que falamos?  São as metas mensais de cada uma de nossas empresas. São aquelas metas de vendas que precisam ser alcançadas e superadas, a cada mes, para que no conjunto possam superar com sobras o objetivo do ano.

O campeonato é o objetivo anual. Aquele resultado geral, que é tão esperado por todos, que irá garantir a permanência da empresa no mercado a cada período que passa.

Mas essa equipe não são somente os que estão na linha de frente, ou seja, a área comercial da empresa. São os outros elementos que compõem as equipes de suporte. No caso da seleção, os fisioterapeutas, os médicos, os massgistas, os auxiliares técnicos que fazem o estudo da estatística de cada jogo e do campeonato, não só da sua empresa, mas também tendo uma visão da concorrência.

Notaram as semelhanças com os nossos departamentos de marketing, que tem esta função de pesquisar mercado, concorrencia, etc, e os auxiliares administrativos, que registram tudo, tem a documentação de todos sempre atualizadas, evitando perda de tempo para fornecer dados para análises mais profundas?

É, um líder de equipe de alta performance não é lider somente de sua equipe, mas um agregador de várias equipes que interagem entre si.

Uma pessoa que, junto com seus pares na empresa, possa definir, avaliar e trabalhar pelos objetivos comuns até o final do campeonato.

E ai é que mora o segredo.

SINERGIA – SINTONIA  – CONECTIVIDADE.

Aguardem o próximo artigo, e parabéns ao nosso exemplo de hoje, o técnico Bernardinho, que com sua perseverança, técnica, qualidade e inteligência, nos enche de alegria a cada campeonato que participa.

PARABÉNS.

Purcino

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: