O Homem, como esconder um talento como esse.

Um dia, conversando consigo mesmo, pensando em tudo o que criou para povoar a terra, Deus disse para consigo mesmo: Preciso ter muito cuidado com a minha melhor criação, minha imagem e semelhança, o homem.

Passou mais um bom bocado de tempo pensando e refletindo e decidiu dar a essa sua obra algo muito especial, mas que não estivesse ai, visível, à disposição de todos. Seria algo que somente saberiam que tinham esse algo a mais aqueles que se fizessem um grande esforço para encontrar esta virtude.. Esses teriam o privilégio dos benefícios deste interessante talento.

Então, surgiu ai o primeiro problema.

Como esconder este talento!  Dentro de sua simplicidade, Deus decidiu esconder este talento nas profundezas da terra.

Já antevendo o futuro deste ser criado, Ele refletiu e achou melhor esconder o talento nas águas profundas do oceano. Mas espera ai, o homem poderia encontrar isso com facilidade! 

Foi ai que decidiu então guardar o talento criado no infinito do espaço onde seria muito dificil de ser encontrado. Será?

Essa pequena palavrinha, será? foi o suficiente para que Ele voltasse a pensar e imaginar onde esconder esse talento que só poucos deveriam descobrir que eram possuidores dele.

Afinal, o homem é muito curioso, ele sempre irá encontrar uma forma de explorar mares, terras e espaço. 

O homem sempre irá criar ferramentas para cavocar a terra, colocar homens dentro dela, investigar o mar, colocar veículos dentro dele, que poderiam carregar centenas de homens ao mesmo tempo, e também poderia voar ao espaço, levando homens e máquinas para explorar, cavar e caminhar nos planetas.

Foi ai que Ele decidiu guardar esse talento tão especial em um lugar inusitado. Dentro do próprio homem.

Esse será, com certeza, o último lugar onde ele irá procura-lo. E assim o fez.

Moral: O melhor de si mesmo está dentro de você. Cabe a você esforçar-se em ser cada vez melhor, criativo, competente e talentoso.

Cabe a você mesmo descobir do que é capaz, e usar essa capacidade todo dia, o dia todo.

Texto inspirado no livro Dinâmicas de Grupo de Albigenor e Rose Militão.

Purcino

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: